Tag Archives: Diane Kruger

Best of the Week

13 jan

Enquanto o Globo de Ouro só acontece no domingo, alguns eventos já vieram para eleger o favorito do povo e dos críticos. Selecionei duas pessoas, com estilo de sobra e inspiração que não acaba mais e favoritas do mundo cinematográfico.

Primeiro, o People’s Choice Awards com Emma Stone fugindo do óbvio de Gucci head-to-toe. Adorei, que ela foi a única mulher de calça e ainda levou pra casa dois prêmios, o de Melhor Atriz e o de Melhor Atriz de Comédia. Um look que se destacou entre muitos longos e longuetes.

Já, a outra queridinha da semana é Diane Kruger. A Sra. Joshua Jackson, foi ao Critic’s Choice Awards de Prada, com uma ótima combinação de cinza com amarelo e pregas, finalizando com braceletes House of Lavande.

Fotos: Google

Anúncios

O comprimento caiu

26 jan

Faz muito tempo, eu sei, que eu não posto aqui e eu sei que agora já começou mil e um desfiles e que a blogueira devia ser mais responsável mas peço miiiil desculpas, férias corridas (e cheia de novidades) é desse jeito, logo logo venho dar minhas novidades janeirais haha. Mas eu vim pra cá pra falar do que mais gostamos, moda! e pra isso explico que eu amo esse tipo de modelo, mas poucas brasileiras podem chegar a gostar é o tipo de comprimento que é ou ame ou odeie (eu acho isso, pelo menos).

O mídi, ou longuete foi sempre muito conhecido por ser o amigo do longo nas horas de casamento ou formaturas e por ser de um comprimento mais comportado, acho que nunca usei tanto essa palavra no blog, era bem queridinho de nós que trabalhamos com tailers, suits e que gostamos de mostrar um pouco de pele haha. O mídi foi visto na passarela da Louis Vuitton Fall 2010 que foi toda numa vibe 50’s com uma pegada moderninha, e  nas passarelas apareceu a Dior no desfile da Spring 2011 Couture  com cores fortes e neutras.

Por que o mídi entrou em moda, e eu humilde mortal estou falando dele? Bom, ele foge do óbvio (e não é de ousar que viemos falar aqui?) quando acontecer de ir pra balada ou algo assim e sempre vai ter aquele ar de trés chic no ar com ele. O mídi anda endo usado demais no Hemisfério Norte tanto pelo lado fashion, quanto pelo que esquenta muito mais do que mini saias e já prevejo que aqui não vai ser muuito diferente. Por aqui, o mídi já foi usado por Lala Rudge que já se tornou adepta do modelo e lá fora as adeptas vão desde de Hilary Duff até editoras de moda.

Lala Rudge com vestido Dolce & Gabanna.

Lala Rudge

The Sartorialist

Hilary Duff.

Diane Kruger com vestido Chanel

Dior Spring 2011 Couture. Adorei a quebra que o casaco “esportista” quebrou a seriedade da saia.

Louis Vuitton Fall 2010. Vibe 50’s quebrada pela mistura de estampas e texturas e um plus pros sapatos desejo de lacinho.

O mídi resumindo é um comprimento intermediário, não é longo e não é mini. Pode ser encontrado em mil jeitos, saia lápis (Lala, Hilary, Diane e Dior) ou amplo e em formato godê (Louis Vuitton, Sartorialist), e uma dica para baixinhas, seeeempre use e abuse do salto quando estiver com comprimentos mídis.

O blog irá voltar a sua glória, prometo!

Bom fim de feriado, para nós paulistanas.

Fotos: LalaRudge, The Sartorialist e Style.com

Santa Looks

18 dez

Vários blogs que eu visito por aí, começaram a fazer suas listas, montar looks, colocar seus looks favoritos de celebs ou street style, tudo relacionando essa data em Dezembro que traz um je ne sais quoi ao ar, e me inspirando neles, resolvi dar minha opinião e deixar todas loooucas da vida pensando em todos esse looks e acessando todos os blogs pra saber como fulana usou isso, ou como colocou o sapato, e deixar nossa cabeça a mil, mas é Natal e todas estamos felizes que um ano sai e outro entra, frasecartãodeanonovo#feelings.

 

Amo o mix de estampas, e como amarelo vibra e não briga com a bolsa da mesma cor.

Blair Waldorf

Me encontro em uma vibe roxa da vida, perceberam né?? E Olivia Palermo não erra NUNCA!

Blake Lively

Olivia Palermo. To in love pelos looks dela. E pelo cabelo.

Olivia e pronto chega… dela.

Alexa Chung

Diane Kruger. Look clean com o pink como up!

Diane Kruger. Mini mini!!

Diane Kruger. Mais um roxo, mas agora beem pink.

O que eu estranhei é que eu não coloquei nenhum look com paetê! Meu deus, o que aconteceu com a minha peruice???? Ela se apagou nesse dia exaustivo., só pode ter sido… Ando muuito clean. O make da roupa sempre depende da roupa, claro que se voce for colocar um vestido laranja igual o da Diane, você não vai tacar o Lady Danger na boca, e uma sombra Carbon by MAC. Eu sei que todo mundo fala que não importa mais a roupa, mas as vezes importa um pouquinho, se bem que ando assumindo tanto my lado perua wannabe com meu novo Ruby Woo, que as vezes não importa mesmo, e eu não ando ligando em nada, então esquece o que foi escrito acima e assuma seu lado perua, por que todas nós merecemos nossos lados com brilhos, paetês (mesmo eu não tendo colocado nenhum look com o dito cujo), e batons vermelhos (Lady Danger, Ruby Woo), laranjas (Morange) ou cores que sejam bem cheeeeguei! Mas para quem quer mesmo o look clean, eu aposto no batom nude, sombra brilhosa meio champagne e blush rosinha. Celebrem o Natal com seus looks inspired da Blair, da Leighton, da Diane, da Alexa, da Olivia ou da Blake, senão mistura tudo que sempre dá certo, desde que seja feito sensatamente, por favor.

Fotos: StockholmStreetStyle