Tag Archives: Dolce&Gabanna

Dormindo por aí

31 jul

Pelo título até parece que vai ser um guia de onde ficar pelo mundo, mas quem achou isso se engana. Esse post fala do que foi visto por aí, os pijamas! Aquele pijama de seda, cetim agora caiu nas ruas, e quem sou eu pra não querer isso? Mais confortável impossível.

Os pijamas de seda já foram vistos nas passarelas de Salvatore Ferragamo, Louis Vuitton e Lanvin, mas também foi visto na minha musa mor (é gente minha paixão cresce) Blair Waldorf.

Salvatore Ferragamo Resort 2012

Louis Vuitton.

Louis Vuitton Resort 2012

E também teve no Derek Lam Resort 2012

Resolução péssima, mas Blair de pijama é o máximo!

Seja justo, como na versão acima da Louis Vuitton, ou com a cara de pijama mesmo, essa mania já foi vista em Jessica Alba na premiere de Dia dos Namorados Macabro em 2009, com conjunto match and match direto da passarela da Dolce&Gabanna.

Eu já reservei o meu na Jogê igual ao da Blair, e espero poder usar por ai logo, conforto em primeiro lugar always.

Fotos:Style.com

O comprimento caiu

26 jan

Faz muito tempo, eu sei, que eu não posto aqui e eu sei que agora já começou mil e um desfiles e que a blogueira devia ser mais responsável mas peço miiiil desculpas, férias corridas (e cheia de novidades) é desse jeito, logo logo venho dar minhas novidades janeirais haha. Mas eu vim pra cá pra falar do que mais gostamos, moda! e pra isso explico que eu amo esse tipo de modelo, mas poucas brasileiras podem chegar a gostar é o tipo de comprimento que é ou ame ou odeie (eu acho isso, pelo menos).

O mídi, ou longuete foi sempre muito conhecido por ser o amigo do longo nas horas de casamento ou formaturas e por ser de um comprimento mais comportado, acho que nunca usei tanto essa palavra no blog, era bem queridinho de nós que trabalhamos com tailers, suits e que gostamos de mostrar um pouco de pele haha. O mídi foi visto na passarela da Louis Vuitton Fall 2010 que foi toda numa vibe 50’s com uma pegada moderninha, e  nas passarelas apareceu a Dior no desfile da Spring 2011 Couture  com cores fortes e neutras.

Por que o mídi entrou em moda, e eu humilde mortal estou falando dele? Bom, ele foge do óbvio (e não é de ousar que viemos falar aqui?) quando acontecer de ir pra balada ou algo assim e sempre vai ter aquele ar de trés chic no ar com ele. O mídi anda endo usado demais no Hemisfério Norte tanto pelo lado fashion, quanto pelo que esquenta muito mais do que mini saias e já prevejo que aqui não vai ser muuito diferente. Por aqui, o mídi já foi usado por Lala Rudge que já se tornou adepta do modelo e lá fora as adeptas vão desde de Hilary Duff até editoras de moda.

Lala Rudge com vestido Dolce & Gabanna.

Lala Rudge

The Sartorialist

Hilary Duff.

Diane Kruger com vestido Chanel

Dior Spring 2011 Couture. Adorei a quebra que o casaco “esportista” quebrou a seriedade da saia.

Louis Vuitton Fall 2010. Vibe 50’s quebrada pela mistura de estampas e texturas e um plus pros sapatos desejo de lacinho.

O mídi resumindo é um comprimento intermediário, não é longo e não é mini. Pode ser encontrado em mil jeitos, saia lápis (Lala, Hilary, Diane e Dior) ou amplo e em formato godê (Louis Vuitton, Sartorialist), e uma dica para baixinhas, seeeempre use e abuse do salto quando estiver com comprimentos mídis.

O blog irá voltar a sua glória, prometo!

Bom fim de feriado, para nós paulistanas.

Fotos: LalaRudge, The Sartorialist e Style.com